Conab 2017 - NOTÍCIAS CONAB - COMO PREVENIR ACIDENTES EM PISCINAS
 03/11/2011  - Erros na manutenção de Piscinas - A manutenção da piscina n&at ...
 03/11/2011  - Dicas sobre Filtros - Para manter a qualidade da água da piscina ...
 03/11/2011  -

Aplicação de bombas de c ...

 03/11/2011  - Água de Reúso - Reutilize e contribua com a preservaçã ...
Veja todas as publicações
HOME > NOTÍCIAS CONAB
 
Como prevenir Acidentes em piscinas
terça-feira, 17 de maio de 2011

         

    Além de manter a piscina limpa e protegida de bactérias, é preciso mantê-la segura, prevenindo os acidentes e riscos de afogamentos.

Segue algumas regras para melhorar a segurança na piscina:

1- Cerque sua piscina de preferência, cerque a área da piscina e feche o acesso com um portão que não possa ser aberto por uma criança.

2- Ande, não corra Os pisos próximos às piscinas são escorregadios. Evite correr na beira da piscina e, sempre que possível, utilize as escadas para entrar e sair.

3- Preste atenção antes de mergulhar, muitos acidentes acontecem por banhistas que mergulham de cabeça em piscinas rasas. Por isso, sempre observe bem antes de mergulhar, para evitar colisão com outros mergulhadores.

4- Respeite suas limitações nade somente na profundidade em que você se sinta confortável e seguro.

5- Nade acompanhado mesmo que a piscina seja assegurada pela presença de um salva-vidas, é útil manter uma companhia que o observe enquanto você nada – e vice-versa.

6- Evite brincadeiras violentas. Não faça brincadeiras de lutas ou “cavalinhos” na piscina. Uma batida da cabeça nas paredes pode levar à inconsciência e resultar em afogamentos.

7- Se beber, não nade. A presença de álcool no sangue reduz os reflexos, ameaçando a sua segurança e a das pessoas que estão com você na piscina.

8- Mantenha a piscina sempre limpa e saudável. Sempre tome uma ducha antes de entrar na piscina e nunca entre com comidas e bebidas na piscina. Além de poder respingar bebida e sujá-la com isso, os copos propiciam riscos de vidros quebrados no fundo da piscina. Evite entrar com trajes que não sejam apropriados, como calças, camisetas ou fraldas.

9- Atenção para a sucção. A água da piscina está em constante filtração, um sistema que “puxa” a água para o filtro através dos buracos espalhados pelas paredes e fundos da piscina. Esses orifícios podem sugar seus cabelos, mantendo-o submerso até o afogamento. Pessoas com cabelos compridos devem estar especialmente atentas para esse risco e o uso de toucas é recomendado.

10- Atenção para as armadilhas submersas. Muitos utensílios podem segurar uma pessoa embaixo da água da sua piscina. Algumas escadas possuem espaços que podem prender uma criança. Por isso, fique sempre atento para detalhes da sua piscina.

11- Atenção para utensílios quebrados. Objetos quebrados dentro da piscina podem causar cortes e machucados. Conserte imediatamente qualquer problema que possa oferecer risco aos banhistas.

12 – Evite aparelhos eletrônicos próximos a piscina.

13 - NUNCA deve-se misturar produtos químicos. O cloro a base de hipoclorito de cálcio e nunca pode ser misturado (no mesmo balde) com cloros do tipo dicloro ou tricloro, fazendo essa mistura será provocado uma explosão, podendo ocasionar ferimentos graves.

14- Crianças e piscinas – atenção redobrada, é muito importante, para o desenvolvimento da criança, que ela frequente a piscina e pratique esportes como a natação. Mas é preciso manter uma atenção especial quando crianças estão na água, pois elas podem se afogar rapidamente e em qualquer profundidade.
Para a segurança máxima de suas crianças, recomendamos:

- Aprenda a nadar e ensine suas crianças também.

- Crianças que sabem nadar também devem ser constantemente observadas. Elas perdem o fôlego em piscinas grandes e podem entrar em pânico na água.

- A criança nunca deve permanecer na piscina sem observação.

- Mantenha um telefone próximo da piscina para acionar os bombeiros em caso de emergências.

- Sempre mantenha o equipamento básico de salva-vidas próximo das piscinas e aprenda a usá-lo. Boias e cordas são especialmente recomendadas.

- Mantenha brinquedos do lado de fora da piscina – lembre-se: brinquedos atraem crianças.

- Boias são importantes, mas não substituem a supervisão de um adulto. Elas podem esvaziar, escorregar ou até mesmo virar, deixando a criança em uma situação de risco

- Saiba sempre a profundidade da água. A criança deve tocar o pé no chão e não ficar com água acima do peito.

- Piscinas rasas também oferecem perigo, principalmente para crianças menores de dois anos porque elas não conseguem levantar a cabeça sozinha. 

- Não tire o olho do seu filho, o afogamento é rápido.

Fique atendo nos Primeiros Socorros

- A piscina precisa ter piso antiderrapante próximo às bordas.

- É importante que dentro da piscina não existam desníveis no piso, para evitar aquele limo que aparece na piscina e faz com que fique escorregadia.

- Escadas são importantíssimas, fundamentais no acesso e na saída da piscina, corrimão e o piso da escada também precisam ser antiderrapantes.

- Incluir barras de proteção ao longo de todo comprimento da piscina.

- E não deixar bordas com quinas cortantes.

 
Toda piscina deve ter:

 
-
Cilindro de oxigênio com capacidade mínima de 1,50 m3;
- Manômetro com válvula redutora e fluxômetro;
- Cânulas orofaríngeas;
- Equipamento portátil, auto-inflável, para ventilação assistida ou controlada.
- Ambu (Equipamento de resgate e uso hospitalar/ ambulatorial de fácil uso e esterilização. Possibilita eficiente ventilação artificial com ar ou ar enriquecido de oxigênio)

- Se for uma piscina com muito acesso deve ter também um salva vidas.

Outros cuidados importantes que devemos ter com a piscina:

1 - Cloração e controle das condições químicas e bacteriológicas da água. O cloro previne a contaminação da água, actua muito eficazmente eliminando a maioria dos germes e controla a sua multiplicação.

2 - Higiene do lugar

3 - Não tome banho na piscina se tem diarreia. Os germes podem transmitir-se embora não tenhamos um “acidente” na água

4 - Evite engolir água

5 - Lave as mãos com água e sabão depois de ir à casa de banho ou mudar a fralda ao bebê

6 - Avise o responsavel imediatamente, se há matéria fecal na água 

7 - Tome banho com sabão antes de entrar na água da piscina

8 - Não mergulhe o seu filho na água com a fralda. Utilize fraldas de banho impermeáveis e ajustadas que evitem a perda de matéria fecal na água

9 - Não entre na piscina se têm conjuntivite, infecções na pele, micoses, piolhos ou febre

10 - Verifique se têm as vacinas em dia; caso contrário, actualize-as

 03/11/2011  - Conab -Parte da hitória da piscina no Brasil ...
 17/05/2011  - Como prevenir Acidentes em piscinas! ...
 17/05/2011  - Piscina no inverno? ...
 16/05/2011  - Deputado quer captação de água da chuva em prédios do ...
 16/05/2011  - Tratar a piscina é ser responsavel pela saude de outras pessoas ...
 11/05/2011  - Como funciona um aquecedor solar ...
Veja todas as notícias
       HOME | CENTRAL DE ATENDIMENTO CONAB +55 (11) 3732-3888 | FALE CONOSCO    
 Copyright © 2017 - Conab - Desenvolvimento por Riosoft