Conab 2017 - NOTÍCIAS CONAB - PISCINA NO INVERNO?
 03/11/2011  - Erros na manutenção de Piscinas - A manutenção da piscina n&at ...
 03/11/2011  - Dicas sobre Filtros - Para manter a qualidade da água da piscina ...
 03/11/2011  -

Aplicação de bombas de c ...

 03/11/2011  - Água de Reúso - Reutilize e contribua com a preservaçã ...
Veja todas as publicações
HOME > NOTÍCIAS CONAB
 
Piscina no inverno?
terça-feira, 17 de maio de 2011

Tipos de aquecedores disponíveis no mercado para permitir o uso da piscina até no inverno.

Piscina no inverno 1

        Quando as temperaturas caem, a áreapiscinafica praticamente esquecida. Difícil encontrarquem arrisque um mergulho em pleno inverno. Para reverter essa situação e aproveitar a piscina o ano inteiro, a dica é apostar em aquecedores.

       No Brasil há quatro sistemas disponíveis: trocador de calor, solar, a gás e elétrico, porém é preciso tomar alguns cuidados ao escolher um deles porque no momento da escolha surgem diversas opções de modelos e marcas. Considere preço, rendimento, facilidade de manuseio e confiabilidade.

 

 

          Para o dimensionamento correto do trocador de calor, é importante levantar as seguintes informações:


• Dimensões da piscina: largura, comprimento e profundidade.
• Tipo de uso: residencial ou coletivo, por exemplo.
• Local de instalação: cobertura, num local onde venta muito, em cima de uma garagem de subsolo, etc.
• Clima do local e a temperatura média da região.

 

       Você deve apresentar ao vendedor as informações acima, e ele fará o cálculo para saber o rendimento de cada aparelho de acordo com sua piscina.

         Em regiões mais frias não é recomendado instalar apenas o equipamento movido à energia solar, vale a pena optar por outro para complementá-lo. Uma opção é o a gás, que pode substituí-lo em dias nublados.

         Depois de definir o modelo ideal é preciso tomar um cuidado especial com a instalação, sempre contrate profissionais capacitados para a instalação, também é necessário fazer manutenção (limpeza e vistorias) frequentemente para evitar futuros problemas. Verifique com a empresa onde irá adquirir o equipamento qual o prazo ideal de manutenção.

Trocador de calor

          O trocador é instalado na parte externa da casa, e faz o trabalho de captar o ar, passando o calor do ar para a água da piscina. O trocador é ligado à tubulação da piscina, para a água passar por dentro do aquecedor, onde há o aquecimento desta água, que retorna para a piscina.

          O funcionamento é como de um aparelho de ar-condicionado invertido, tem praticamente os mesmos mecanismos, porém, aquece. Dentro do equipamento há um gás refrigerante que passa pelo evaporador. O resultado é um vapor que é sugado pelo compressor, responsável por elevar ainda mais a temperatura. Depois dessa etapa, o vapor superaquecido segue para o condensador, que finaliza o processo e realiza a troca de calor com a água da piscina. O primeiro aquecimento dura cerca de 48 horas e eleva a temperatura da água de 15º C para 30º C

          Existem aparelhos de diversas dimensões, assim podem ser utilizados para aquecer piscinas de diferentes tratamentos e tamanhos, sejam em residências, clubes, academias ou condomínios. É uma excelente oportunidade de acabar com a sensação de choque térmico ao entrar na piscina, coisa que acontece até mesmo nos dias de verão, com o trocador de calor é possível ter água na temperatura ideal 365 dias por ano, 24 horas por dia!

Instalação

Piscina no inverno 2



Exemplo Funcionamento e Instalação

          A instalação da bomba de calor é fácil, rápida e econômica, e não requer tubulação de cobre. É preciso escolher um local que não fique muito distante da piscina; pode ficar acima ou abaixo do solo, mas precisa ficar de preferência em área aberta, exposta ao tempo, para poder executar a ‘troca de calor’ com o ambiente ao seu redor. E também o local deve ter disponíveis conexões hidráulicas e elétricas.

 Econômico

Piscina no inverno 3


         O trocador não é igual ao aquecedor de água elétrico, pois não funciona através de resistências elétricas. Portanto, o trocador é um equipamento extremamente econômico quando comparado com estes aquecedores elétricos.

         Vários testes comparativos realizados entre sistemas alternativos de aquecimento de água, comprovaram que através do trocador de calor obtém-se a melhor economia entre todos eles. Há uma economia de 8o% sobre aquecedores de resistência elétrica, 75% sobre gás propano, 55% sobre gás natural e 50% sobre óleo diesel. E também não requer manutenção a toda hora. Então, obtém-se prazer em dose dupla: o de ter água aquecida sem gastar muito mais por isso.

Acessório que auxilia no bom funcionamento do Trocador de Calor

           Uma piscina tem um elevado índice de perda térmica em média de 90% pelo contato da água com o ar, através de sua superfície, seja pela ação dos ventos por troca de calor com a atmosfera, irradiação ou ainda por evaporação. Ela também perde calor através das paredes cerca de 5%.

          Por esses diversos tipos de perdas térmicas que está sujeita uma piscina aquecida, fica explicado a importância de se ter uma capa térmica.

          Portanto, para melhor eficiência da bomba de calor, o uso da capa térmica quando a piscina não estiver sendo utilizada é muito importante.

Parte importante do Trocador de Calor “O Compressor”

         Uma das partes importantes do trocador de calor é o compressor, seu funcionamento se dá quando o gás refrigerante passa pelo evaporador e absorve calor do ar que foi sugado, ele estando superaquecido é puxado pelo compressor da máquina que, de acordo com sua potência, aquece o gás ainda mais. Um compressor de alta qualidade irá gastar menos energia por muito mais rendimento de calor.

Vantagens: são compactos, fáceis de instalar e apresentam consumo baixo de energia elétrica

Solar

          Preocupadas com o meio ambiente, diversas empresas e consumidores adotaram o uso do sistema à base de energia solar em projetos residenciais e comerciais. Esta ocorrendo um grande aumento de vendas nos últimos anos, pois a energia usada é renovável e não poluente. Como todo equipamento é necessário realizar limpeza e vistorias periódicas.

          O aquecedor funciona por um conjunto de mangueiras coletoras que captam a radiação solar e, aos poucos, aquece a água da piscina. Não há restrições para a instalação do equipamento, que pode ser empregado em construções novas ou antigas.

         Um dos lugares mais indicados é o telhado da casa, pois a posição facilita a captação da energia, as placas mais comuns são feitas com vidro, material que impede a fuga do calor. A quantidade de placas deve ser calculada de acordo com a região, o tamanho e o volume da piscina. Além disso, as empresas recomendam o uso de uma capa térmica para minimizar as perdas de calor. É sempre importante cobrir a piscina sempre que ela não estiver em uso

Vantagens: dispensa o uso de energia elétrica e não agride a natureza

A Gás

          O sistema mais comum é o de passagem. Ele esquenta a água conforme a demanda é instalado na casa de máquinas ou em local próximo da piscina. É recomendado que o espaço deva ser ventilado e possua chaminé para dispersão dos gases. Para evitar futuros problemas, é fundamental realizar manutenção pelo menos a cada seis meses, nesse período é preciso realizar a troca ou acrescentar gás. Importante contratar profissionais capacitados para o fornecimento do gás

           O processo consiste na circulação da água em grande velocidade pelos tubos metálicos aquecidos pelo fogo, o que resulta em água na temperatura ideal para a utilização da piscina.

Vantagens: aquece a água rapidamente e é indicado para regiões que registram baixas temperaturas

Elétrico

         O sistema é ágil e composto por chapas de cobre. A água é aquecida em um período pequeno de tempo, ele possui uma resistência localizada no interior do boiler e é possível controlar a temperatura por um termostato automático. Podendo ser utilizado em locais frios ou com grande incidência de dias nublados, porém é necessário dosar a frequência de uso, pois o sistema consome energia elétrica em grande quantidade.

Vantagens: apresenta fácil instalação e deixa a água na temperatura ideal em pouco tempo.

 03/11/2011  - Conab -Parte da hitória da piscina no Brasil ...
 17/05/2011  - Como prevenir Acidentes em piscinas! ...
 17/05/2011  - Piscina no inverno? ...
 16/05/2011  - Deputado quer captação de água da chuva em prédios do ...
 16/05/2011  - Tratar a piscina é ser responsavel pela saude de outras pessoas ...
 11/05/2011  - Como funciona um aquecedor solar ...
Veja todas as notícias
       HOME | CENTRAL DE ATENDIMENTO CONAB +55 (11) 3732-3888 | FALE CONOSCO    
 Copyright © 2017 - Conab - Desenvolvimento por Riosoft